18 abril 2007

What Doctors Don't Tell You - site interessante

Uma flor d'O Jardim mostrou-me este site (clika aqui), depois de ter sido diagnosticado algo irreversível no seu organismo e felizmente se ter constatado que o diagnóstico estava errado.
Achei que poderia ser interessante para todos.

Vale a pena guardarmos referência do link e esclarecermos as nossas duvidas e acreditármos que temos o poder de criar a nossa realidade.
Não quero dizer no entanto que será sempre fácil, mas é possivel.
Cada um de nós tem o seu processo e caminho, e quando parecer dificil "respiramos fundo e damos passinhos pequeninos" mas continuamos :-)

Sat nam

Cris

1 comentário:

Luisa disse...

--desabafo da noite-- tb fui parar ao Jardim (de novo!) por causa de uma doença q precisava urgentemente de travar. descobri em pouco tempo, e no meio de tantas flores lindas, q quem estava doente era a alma. Só podia, não aparecia nada nas ressonâncias, raios-X, análises!! Interessante o site indicado. Ora temos doenças e medicamentos q as curam, ora compreendemos q os medicamentos passam a ser num piscar de olhos as drogas legalizadas e pagas por nós(!) dos tempos modernos... mas será q podemos viver sem eles? sim, talvez, se encontrarmos a causa do problema, em vez de tentar esconder sintomas como a maior parte dos medicamentos faz, adia a doença até q se descubra outro, mais eficaz e surpresa: mais caro também!
Temos sempre dois lados da história: "You may be your own illness - you may be your own remedy". Mas isso é verdadeiramente assustador. Começamos a compreender q não são só os médicos q têm nas mãos o nosso bem-estar (para não dizer a velha cura). Está tb nas nossas mãos. E qd não nos assustarmos, algo já mudou... (dar aqueles segundinhos para compensar o impacto eheheh)... Uma pessoa para compreender tem de se transformar -- Saint-Exupéry. Está na altura de ler o Principezinho outra vez!! a terceira, talvez :) raios, e não é q tem sempre algo de novo...
obrigada pela dica, é mais um passo pequenino, pequenino, para ajudar na necessária reflexão.
No meu caso, tenho a sensação de estar na estaca zero, com mais conhecimento como o q encontro nesse site, mas ainda tudo pouco aplicável no dia-a-dia. Passo a passo e a mt custo começo a compreender q uma doença pode ser um caminho, o único qd não percebemos as outras pistas q o universo nos dá, para compreender e transformar algo aparentemente negativo num caminho próspero, q sem a doença nem sequer tínhamos dado valor no princípio de tudo. Et voilá, simplifica-se e algo renasce sempre das cinzas tal qual Fénix. Keep up!